LightBlog

Guilherme Boulos: "é preciso barrar a escalada de violência fascista no Brasil"


Uma das principais lideranças em nível nacional contrárias à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e pré-candidato à presidência da República do Psol, Guilherme Boulos, lamentou o atentado contra o Acampamento Marisa Letícia, que ocorreu na madrugada deste sábado, 28, em Curitiba (PR).
"Absurdo! Duas pessoas feridas após atentado a tiros contra o acampamento #LulaLivre em Curitiba. Nossa solidariedade aos militantes e exigimos punição dos responsáveis. É preciso barrar a escalada de violência fascista no Brasil", escreveu o presidenciável neste sábado em sua conta no Twitter.
Duas pessoas ficam feridas. Nenhum corre risco de vida. É a segunda vez que apoiadores do ex-presidente Lula são alvos de tiros. Em março, dois ônibus foram alvos de tiros, durante a caravana Lula no Paraná.
Na última sexta-feira, 27, Boulos também bateu duro no governo Michel Temer. "Investimento público chega ao menor nível em quase 50 anos. Não teve nem dinheiro para gastos mínimos para conservação de estradas, prédios e equipamentos públicos. A 'ponte para o futuro' desabou e o país vai afundando", disse Boulos.
- no Brasil 247

Share on Google Plus

About leiasempre

Leia Sempre

0 comentários:

Postar um comentário