LightBlog

Servidores de Juazeiro do Norte decretam greve a partir de 2 de maio

Servidores públicos de Juazeiro do Norte deflagraram greve geral, a partir do dia 2 de maio, durante assembleia extraordinária na manhã desta quarta-feira, 25. Junto ao sindicato, a classe não aceitou as propostas enviadas pela prefeitura e anunciou paralisação de 70% dos funcionários de todas as categorias. 

O Sisemjun encaminhará o comunicado formalmente à prefeitura até a próxima sexta-feira, 27, e observado o período previsto em lei para a greve, deverá paralisar a partir de quarta, dia 2 de maio. A primeira assembleia para decidir sobre a continuidade da paralisação acontece após uma semana, na quarta, 9.

O sindicato dos servidores enviou pelo menos 14 ofícios à prefeitura em 2018, neles constam ao menos 15 itens que compõem as principais reivindicações da categoria. Um documento enviado pela Secretaria de Educação  na manhã desta quinta, 25, responde alguns do pontos em contraproposta.

Primeiramente, a prefeitura justificou certa demora em responder ao ofício devido ao prazo dado pelo Tribunal de Contas do Estado do Ceará, que pedia relatórios de acumulações de cargos com carga horária incompatível.

Um dos pontos de discordância entre o sindicato e a gestão municipal, é a proposta da prefeitura em conceder gratificação de 3% a todos os servidores da Secretaria de Educação exceto os profissionais do magistério, enquanto o valor pedido foi de 5%.

O Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR) para profissionais da educação, exceto professores, a ser implantado em 2019 também foi um pedido da categoria, Sobre isto, a Secretária de Educação, Maria Loureto Lima, afirmou que prevê a implantação do plano para o ano que vem.    

- no  Site Miséria
Share on Google Plus

About leiasempre

Leia Sempre

0 comentários:

Postar um comentário