sábado, 12 de maio de 2018

Em 2017, só 15% das denúncias ao Disque Direitos Humanos tiveram resposta


 A cada 10 denúncias feitas em 2017 ao Disque Direitos Humanos ("disque 100"), apenas 1,5 obteve resposta sobre o tratamento dado pelo órgão ou entidade ao qual foram encaminhadas. As entidades socioassistenciais, em especial os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), são as que mais responderam.

Os dados são do Balanço Anual da Ouvidoria do Disque Direitos Humanos relativos a 2017. De acordo com o relatório, "a quantidade de respostas não reflete, necessariamente, a atuação dos órgãos e entidades de promoção e proteção dos direitos humanos, pois em muitos casos, atuam efetivamente. Entretanto, não fornecem feedback".

Ainda segundo o relatório, como estratégia para reversão do quadro, a ouvidoria "tem envidado esforços para estabelecer parcerias institucionais, mediante a celebração de acordos de cooperação técnica com as instituições de promoção e proteção de direitos humanos, com o objetivo de incrementar dados e relatórios sobre as providências adotadas e fornecer feedback aos denunciantes". E que nesse sentido, foram celebrados dois acordos de cooperação técnica com o  Ministério Público e com o Colégio Nacional dos Defensores Públicos Gerais (Condege) para a operacionalização dos fluxos de encaminhamento e monitoramento.
- na Rede Brasil Atual

Nenhum comentário:

Postar um comentário