LightBlog

Santana do Cariri vai às urnas dia 3 de junho


Doze mil eleitores de Santana do Cariri retornarão às urnas, no próximo dia 3 de junho, para escolher novo prefeito e vice. A ex-prefeita Danieli de Abreu Machado (PDT) e o vice Juracildo Fernandes da Silva (PC do B) tiveram os mandatos cassados em sessão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), presidida pela desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, após enfrentarem vários processos.

Duas chapas concorrerão na eleição suplementar de junho. A coligação ‘Juntos abraçamos Santana, não podemos parar’, lançou o ex- -vereador Vicente Brilhante como candidato a prefeito e Maurício de Nassau como vice. Os concorrentes serão Pedro Henrique Lopes e Maristela Landim Sampaio, da coligação ‘Unidos pelo povo’, que garantiu apoio do prefeito em exercício e do empresariado local, a exemplo do candidato a deputado estadual Rafael Branco.

A logística para a eleição suplementar terá suporte da Prefeitura de Santana do Cariri e do Tribunal Regional Eleitoral para a convocação de mesários e encaminhamento de urnas aos locais de votação, no Município, e da volta ao Cartório Eleitoral de Nova Olinda, ao final do pleito.

Segundo detalha a chefe do cartório, Rosane Leite, o município de Santana do Cariri conta com 54 seções de votação distribuídas em 21 locais. Os mesários que atuaram nas eleições de 2016 receberão a carta de convocação para desempenhar a função em junho. Os eleitores que votaram no processo eleitoral passado estão aptos a escolher os novos representantes. Já os votantes que estavam em situação irregular tiveram o dia 25 de abril como prazo para normalizar o título. O cartório eleitoral ainda finaliza os cadastros para tornar pública a quantidade de eleitores que poderão participar da eleição. “A gente só espera que a eleição ocorra da melhor forma possível”, afirma a chefe eleitoral Rosane Leite.

Entenda
A decisão pela cassação, em primeira instância, foi mantida de forma unânime, em 17 de abril, pelo órgão colegiado do TRE: seis votos a zero. Danieli e Juracildo são acusados de abuso de poder econômico e político nas eleições de 2016, quando foram escolhidos para administrar Santana do Cariri. Desde então o presidente da Câmara Municipal, Gildo Lopes (PSL), assumiu a Prefeitura. Entre as primeiras medidas, o gestor em exercício exonerou ocupantes de cargos de confiança indicados por Danieli Machado.

- no Jornal do Cariri

Share on Google Plus

About leiasempre

Leia Sempre

0 comentários:

Postar um comentário