LightBlog

Astronauta diz que deterioração da Terra já é visível do espaço


O astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) Alexander Gerst, que chegou no último dia 8 à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), alertou nesta terça-feira (12) para a deterioração da atmosfera da Terra e assinalou que é possível ver do espaço o efeito do desmatamento de florestas.
Gerst deu uma entrevista coletiva da ISS para um grupo de jornalistas reunidos no centro de astronautas da ESA em Colônia, no oeste da Alemanha.
O astronauta, que assumirá o comando da Estação durante a segunda parte da missão Horizons, disse que "a mudança climática não é evidente, não é algo que pode ser visto com clareza da rua, ou que possa ser mostrado em uma foto".
"Não é que eu possa dizer que o ar é verde ao invés de azul, não é tão fácil, mas se não conseguirmos evitar a deterioração da atmosfera, será o fim da humanidade", comentou Gerst.
"Não temos um planeta B", frisou o astronauta alemão, ao acrescentar que, devido à fragilidade da atmosfera terrestre, "é nosso dever e nossa responsabilidade" preservar o sistema climático da Terra "para as próximas gerações".
O geofísico alemão vai testar formas de operar e trabalhar com robôs para desenvolver as técnicas necessárias e avançar na exploração humana e robótica do Sistema Solar, como o uso de rovers, como os que estão na superfície de Marte.
Com informações da Agência Brasil. 


Share on Google Plus

About leiasempre

Leia Sempre

0 comentários:

Postar um comentário