LightBlog

'ABERRAÇÃO ELEITORAL', DIZ FILHO DE HERZOG SOBRE BOLSONARO


Publicado no site Yahoo:
O engenheiro Ivo Herzog, filho do jornalista Vladimir Herzog, chamou o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) de “aberração do sistema eleitoral”. A fala, em entrevista ao UOL, aconteceu em reação às afirmações feitas pelo candidato sobre o assassinato do pai e sobre a reabertura de arquivos da ditadura militar, em entrevista ao Roda Viva.
A Corte Interamericana de Direitos Humanos condenou o Brasil no início de julho por negligência na investigação sobre a morte do jornalista. Herzog, que era diretor de jornalismo da TV Cultura na época em que morreu, depôs sobre supostas relações com o PCB em 24 de outubro de 1975 e foi dado como morto no dia seguinte.
Na época, o governo militar classificou o episódio como suicídio, mas, três anos depois, a própria Justiça reconheceu que ele foi torturado e assassinado nos porões do DOI-Codi, em São Paulo. Na ocasião, Ivo tinha 9 anos.
Em entrevista anterior à RedeTV, Bolsonaro já havia colocado em xeque o assassinato de Herzog. “Suicídio acontece”, disse ele na ocasião.
Para Ivo, as declarações são uma “negação da história documentada”. “Bolsonaro é uma fumaça que veio e está sujando a nossa vida, mas vai passar, o mundo continua”, prosseguiu o engenheiro, que preside o instituto que busca preservar a memória do pai.
“É um candidato que vem dando respostas objetivas para essa parcela da sociedade que aceita a violência para resolver a violência. Mas para a grande maioria do eleitorado, ele ainda não deu respostas que convençam”, afirmou.
OUTRO LADO
Em nota, a assessoria de campanha de Bolsonaro lamentou as colocações de Ivo. “Uma pena a linha que estão querendo seguir. O eleitor não merecia uma campanha desse nível. Nós não vamos dar ênfase a estas questões. Estamos dispostos a falar com a imprensa, mas uma abordagem onde o eleitor esteja sendo considerado – e com certeza o que o eleitor quer saber é quais são as propostas dos presidenciáveis para tirar o Brasil da situação que se encontra”.

NOSSO COMENTÁRIO
Essa resposta da tal assessoria de Bolsonaro serviria se  o candidato fosse um democrata. Para quem passa anos destilando ódios, falando contra minorias e pedindo a volta da Ditadura Militar, além de homenagear assassinos com Brilhante Ustra, a resposta a é descabida. O filho de Herzog tem a mais completa razão.

Share on Google Plus

About leiasempre

Leia Sempre

0 comentários:

Postar um comentário