EM PROTESTO CONTRA RACHADURAS EM AÇUDE, MORADORES DE ICÓ FECHAM RODOVIA


Após negar autorização para a prefeita de Icó, Lais Nunes, realizar a reforma da parede do açude Lima Campos, o DNOCS foi alvo nesta terça-feira de protestos dos moradores do distrito de Lima Campos, onde está situado o reservatório. Os moradores fecharam o trecho da CE-282 que liga a comunidade aos municípios de Iguatu e Orós.
Os moradores haviam pedido a prefeita Laís Nunes para intervir junto ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) e agilizar obras de recuperação da Barragem, cujas paredes apresentam erosões, gerando, assim, segundo o advogado e procurador do município de Icó, Fabrício Moreira, preocupação entre moradores da comunidade.
Além de não permitir que a Prefeitura faça a obra, o DNOCS até a presente data nada fez para recuperar a barragem. Outra reclamação é que o açude não entrou no Plano de Ações Estratégicas para Reabilitação de Barragens da União (Planerb) do Governo Federal que contempla outros 31 reservatórios cearenses.
Segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos, a estimativa é de que sejam necessários cerca de R$ 17 milhões para recuperação do Açude Lima Campos. A barragem receberá as águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco.
(no Ceará Agora)

Share on Google Plus

About leiasempre

Leia Sempre

0 comentários:

Postar um comentário