Câmara do Crato: Integrantes da "Caminhada em defesa da democracia" participam de sessão e se posicionam contrários à reforma da previdência

Durante a sessão ordinária de terça-feira (30/04), a câmara de Crato recebeu participantes da "Caminhada em defesa da democracia", onde representantes de movimentos sociais se pronunciaram contrários à reforma da previdência proposta pelo Governo Federal.
O presidente da casa Florisval Coriolano (PRTB) abriu espaço para que a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Crato (SindsmCrato) Denise Pinheiro, falasse em nome dos presentes. Denise destacou que as decisões que estão sendo tomadas beneficiam apenas 1% da população, a qual a presidente denomina como "elite brasileira". Ainda de acordo com ela cada vereador deve buscar os seus representantes em âmbito estadual e federal para propor a não aprovação da reforma.
Os vereadores também discutiram acerca do projeto que altera a Lei responsável pelo Conselho da cidade do Crato. Amadeu de Freitas (PT) votou de forma contrária, justificando que a alteração retira a emenda apresentada por ele, onde era proposto o poder de fiscalização. O vereador afirmou que o conselho fere a democracia já que o presidente, que é o secretário de meio ambiente e desenvolvimento territorial, indica o seu vice. 


O Conselho Municipal tem o objetivo de assessorar o poder executivo na elaboração de mecanismos de cooperação entre os estados e municípios vizinhos na execução da política de desenvolvimento urbano. 
Share on Google Plus

About leiasempre

Leia Sempre

0 comentários:

Postar um comentário