Artigo: O Simples é melhor, por Eduardo Moreira

Aconteceu num fim de semana algum tempo atrás...
Estava tomando um delicioso vinho em minha casa com alguns amigos. Saboreávamos o néctar que estava cuidadosamente guardado há quase 10 anos na adega enquanto tentávamos perceber as notas aromáticas e gustativas que dele brotavam.
Particularmente, pude notar um delicioso gosto que parecia vir de alguma fruta. “Talvez ameixas”, pensei. Não era, bastou mais um gole para perceber que a fruta era outra. Amoras silvestres? Também não. Morangos. Quase, mas ainda não era aquilo.
De repente lembrei-me de algo que tinha comido mais cedo. Bingo! Era aquele o gosto que estava sentindo agora. Gosto de uva.
Fiquei surpreso ao perceber que nunca eu ou qualquer amigo tínhamos destacado entre os sofisticados aromas e gostos dos vinhos que já havíamos experimentado aquele que lhe é mais próprio: o de uva.
O mais curioso na verdade é o fato de não termos percebido o gosto de uva porque nossa mente estava ocupada buscando respostas complexas. Foi inevitável fazer um paralelo com diversos outros problemas que se apresentam diariamente em nossas vidas, por exemplo, no mundo dos investimentos.
Logo imaginei quantas vezes as pessoas deixam escapar a solução simples ao cansarem-se buscando respostas complexas.
É incrível pensar que quando um investimento vai mal, raramente consideramos a hipótese de simplesmente tirar nosso dinheiro dele. Pensamos em estratégias complicadíssimas, baseadas em teorias não menos complexas, para adiar o inevitável e sofrer mais alguns meses ou anos.
Também acontece quando analisamos a possibilidade de entrar em determinado investimento. Frequentemente nos esquecemos de olhar o principal indicador para focar em outros que mais confundem do que ajudam.
Uma vez fui dar uma palestra para a posse da presidente de uma grande empresa do país, cujas ações são negociadas na Bolsa. Após minha palestra fiquei para assistir o discurso da nova presidente. E acabei gostando tanto da história que ouvi que me deu vontade de ser sócio daquela empresa.
Lembrei então que era só comprar ações dela que era exatamente isso que eu seria. Agi da forma mais simples possível, uma que você também pode fazer. O resultado, um ganho de 70% em menos de um ano, um dos melhores investimentos que fiz até hoje!
Einstein falava da necessidade de simplificar os problemas. Não se trata apenas de torná-los mais simples e sim simplificá-los! Simplificar um problema implica buscar respostas também simples. Poupa energia, humor e tempo. E exercita a inteligência.
Eduardo Moreira é economista
Artigo: O Simples é melhor, por Eduardo Moreira Artigo: O Simples é melhor, por Eduardo Moreira Reviewed by leiasempre on 06:22:00 Rating: 5

Nenhum comentário