Kennedy Alencar avalia que Lava Jato montou estado paralelo contrário à nossa Constituição

Publicado no blog do Kennedy Alencar
O jornalista Kennedy Alencar publicou em seu blog um texto em que avalia o papel de Deltan Dallagnol na Operação Lava Jato No texto avalia que DD deveria simplesmente pedir para sair e aponta que o que se deu na Lava Jato foi grave e um caminho para o autoritarismo.
Leia o texto na íntegra:
Deltan Dallagnol já passou de todos os limites, de acordo com o que saiu na Vaza Jato. Parece Deus, achando-se acima da lei e da Constituição.
Além de submeter na prática ao então juiz Sergio Moro a condução da acusação, o que é ilegal, o procurador da República da primeira instância da Justiça Federal tentou se meter nas esferas do Executivo, do Legislativo e de esferas do Judiciário fora de sua alçada funcional.
Diante da evidência de corrupção passiva do então deputado Onyx Lorenzoni, Dallagnol preferiu fechar os olhos em diálogos com colegas. Afinal, Onyx fazia lobby pelas 10 Medidas de Combate à Corrupção, que o Congresso engavetou. Seletividade pura.
Quando o ministro Teori Zavascki morreu em 2017, Dallagnol estimulou movimentos de rua a criticar a possibilidade de os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski assumirem a relatoria da Lava Jato no STF.
Tentou fazer articulação para emplacar Roberto Barroso e disse que a escolha de Edson “Fachin foi coisa de Deus”.
A permanência de Dallagnol no time da Lava Jato danifica a imagem da operação, que teve resultados benéficos e maléficos para o país. Dallagnol já deveria ter pegado seu boné e ido embora.
Pelos critérios que usou na Lava Jato contra quem queria investigar seletivamente, ele já estaria afastado da função de procurador da República e dando respostas a inquéritos ou processos.
Mas nossas autoridades públicas acham que é coisa menor investigar o conteúdo da Vaza Jato, material que tem conteúdo público. Não é não.
Houve corrupção do sistema judiciário, o que é uma ameaça a todos os cidadãos. Montou-se um estado paralelo ilegal aos olhos da nossa Constituição. Esse caminho é autoritário. 

Kennedy Alencar avalia que Lava Jato montou estado paralelo contrário à nossa Constituição Kennedy Alencar avalia que Lava Jato montou estado paralelo contrário à nossa Constituição Reviewed by leiasempre on 17:51:00 Rating: 5

Nenhum comentário