No Roda Viva, Santa Cruz critica autoritarismo de Bolsonaro

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil(OAB), Felipe Santa Cruz, disse na noite desta segunda-feira não considerar que houve quebra de decoro por parte do presidente Jair Bolsonaro nas declarações sobre seu pai, Fernando Santa Cruz. Em caso de quebra de decoro, as falas poderiam ser enquadradas pela lei que regula o crime de responsabilidade, hipótese na qual o líder da entidade não acredita.
— Se houve quebra de decoro, sinceramente não acho. Acho que é parte desse processo de polarização da sociedade, que leva as pessoas a fazerem afirmações como essa — disse Santa Cruz, em declaração concedida ao programa “Roda Viva”, exibido pela TV Cultura.
Na semana passada, ao reclamar sobre a participação da OAB na investigação do ataque a faca sofrido durante a campanha eleitoral no ano passado, Bolsonaro disse que poderia contar a Felipe Santa Cruz como o pai dele, Fernando, desapareceu durante a ditatura militar.
O presidente afirmou, em um segundo momento, que o militante teria sido morto por colegas da organização revolucionária da qual fazia parte,versão que não condiz com documentos da época e nem com o resultado da investigação da Comissão Nacional da Verdade. Ao declarar o episódio como encerrado, Bolsonaro também disse que não houve quebra de decoro nas próprias falas.
Desde então, circulam nas redes sociais notícias falsas que dão conta de que Fernando teria sido assassinado por comunistas e por membros da Ação Popular (AP), grupo do qual fazia parte. Outras publicações dizem que o presidente da OAB mentiu para receber R$ 37 mil de “bolsa ditadura”. No entanto, ele não consta entre os beneficiados pela indenização em razão de reparação feita pelo Estado.
# no blog da Cidadania 
No Roda Viva, Santa Cruz critica autoritarismo de Bolsonaro No Roda Viva, Santa Cruz critica autoritarismo de Bolsonaro Reviewed by leiasempre on 12:18:00 Rating: 5

Nenhum comentário