Pré-candidaturas de MDB, PT e PSDB esquentam sucessão em Fortaleza

A grande surpresa da próxima eleição em Fortaleza, deve ser a possível candidatura do ex-senador Eunício Oliveira. Pelo menos é o que começa a cogitar a base do MDB no estado. A avaliação é que uma candidatura de Eunício possibilite ao partido ressurgir na política estadual.

Emedebistas analisam que o fraco desempenho nas últimas eleições para o Senado, foram motivados pelo desgaste do partido nacionalmente. Um fator positivo, levado em consideração pelos emedebistas é que o partido ainda não anunciou nomes em grandes capitais, o que faz de Eunício uma prioridade nacional.

O MDB confia na experiência de Eunício em Brasília e devem argumentar que uma eleição sua poderia resolver parte dos problemas que Fortaleza enfrenta pela falta de recurso e pela inabilidade política.

Sobre a posição do PT no processo eleitoral da capital, o deputado federal José Guimarães garante que o partido vai ter candidatura própria. Guimarães em vários nomes disponíveis, mas coloca a deputada federal e ex-prefeita Luizianne Lins como o mais forte.

Até pouco tempo Guimarães e Luizianne rivalizando internamente quando o assunto era sucessão municipal. O fato demonstra que o partido está unido. E mais, Guimarães disse ser possível uma aliança com o MDB de Eunício.

Outro que garantiu que vai a disputa foi o PSDB. A notícia é do ex-deputado estadual Carlos Matos, presidente do partido em Fortaleza. 

Matos destacou que o partido deverá voltar a Prefeitura depois de três décadas. Ele se referiu a eleição de Ciro Gomes, há 30 anos; que foi eleito pelo antigo PMDB e depois ingressou no PSDB.

Carlos Matos não falou em nomes, mas enalteceu por várias vezes a trajetória do senador Tasso Jereissati. Não ficou claro, se os elogios foram um indicativo do nome como candidato ou se foram apenas uma tentativa de resgatar a memória de quem viveu aquela época.
Mais gente no páreo
Também no páreo para sucessão de 2020, estão o grupo do atual prefeito Roberto Cláudio e o líder da oposição no estado, o deputado federal Capitão Wagner (PROS).

Roberto Cláudio ainda não apresentou nomes e Capitão Wagner perdeu as últimas eleições para prefeito com o MDB na vice. Hoje, assumidamente, Wagner tem reclamado da falta de estrutura.

Além disso, Capitão Wagner tem dificuldade para agregar o PSL de Bolsonaro. Os deputados Heitor Freire (federal) e André Fernandes (estadual), ainda decidem quem manda no partido; numa disputa para saber quem será o candidato.

# no blog do Madson  Vagner
Pré-candidaturas de MDB, PT e PSDB esquentam sucessão em Fortaleza Pré-candidaturas de MDB, PT e PSDB esquentam sucessão em Fortaleza Reviewed by leiasempre on 05:10:00 Rating: 5

Nenhum comentário