Região Metropolitana do Cariri atinge metas para biometria

Todas as nove cidades que compõem a Região Metropolitana do Cariri (RMC) atingiram metas de cadastramento biométrico para as eleições municipais de 2020. Em comparativo, em Fortaleza, 725 mil eleitores ainda não se cadastraram. Nas nove cidades caririenses, apenas 430 eleitores não comparecem para a atualização cadastral e estão com o título cancelado.

A região metropolitana contabiliza 407.754 eleitores, dos quais 407.324 tiveram a biometria cadastrada e estão aptos de acordo com esta exigência. Caririaçu e Santana do Cariri têm apenas seis eleitores com títulos cancelados por este motivo. Na sequência, Nova Olinda e Farias Brito possuem 15 eleitores sem biometria. Barbalha é o Município com o maior número de eleitores que não fez o cadastro biométrico: 193.

Completam a região, os municípios de Juazeiro do Norte (79 eleitores), Crato (58), Jardim (38) e Missão Velha (20). De acordo com o chefe de uma das duas zonas eleitorais de Juazeiro do Norte, Wendell Freire, a questão da biometria é um aspecto já superado no Município. Ele detalha que, desde 2013, o Cartório Eleitoral atua para cadastrar os eleitores. “Juazeiro foi a segunda ou a terceira cidade no Estado [a promover a revisão biométrica], sendo quase um município pioneiro”, relata Wendell. Ainda segundo o chefe de Cartório, os eleitores que não fizeram a biometria em Juazeiro estão sem votar desde a eleição de 2014. “É um eleitor que, em tese, não tem mais interesse em votar ou não mora mais na cidade. Uma vez que ele não fez a biometria, o título está cancelado.

O cancelamento do título leva ao cancelamento do CPF, [o eleitor] fica impedido de abrir conta bancária, de receber dinheiro público, participar de licitação; se for funcionário público, fica impedido de receber o salário; de fazer matrícula em universidades e escolas públicas”, explica Wendell Freire. 
Região Metropolitana do Cariri atinge metas para biometria Região Metropolitana do Cariri atinge metas para biometria Reviewed by leiasempre on 04:47:00 Rating: 5

Nenhum comentário