Intersindical em nota questiona ação da PM do Ceará em manifestação de servidores e trabalhadores


A direção estadual da Intersindical no Ceará soltou uma nota de repúdio à ação da Polícia Militar do Ceará durante manifestação de servidores públicos e trabalhadores contrários à reforma da previdência social no Ceará aprovada pela Assembleia Legislativa.
O projeto é do Governo do Estado.

Na nota a Intersindical destaca a ação truculenta da polícia contra servidores que estavam questionando a reforma.

Veja a nota na íntegra

NOTA DE REPÚDIO

A Executiva Estadual da Intersindical – Central da Classe trabalhadora no Ceará vem pelo presente repudiar a maneira truculenta e autoritária da Polícia Militar do Ceará, no dia da votação da deforma da previdência estadual. No ato de protesto, organizadas pelas centrais sindicais e os movimentos sociais, 03 (Três) companheiras que estavam protestando foram covardemente agredidas. A desumana previdência do Governador Camilo Santana é muito pior do que a Previdência aprovada pelo Governo Bolsonaro. Sendo que será taxado 14% para todos os servidores que ganham acima de dois salários mínimos. Significa mais pobreza no nosso estado.

O ato de protesto para barrar o projeto desumano do Governador Camilo tornou-se um verdadeiro campo de guerra. A ”Polícia do Choque”, com autorização do presidente da casa, de forma covarde, utilizou-se da força e da truculência para cessar o protesto dos servidores. A truculência maior foi do Governador Camilo Santana que não permitiu o diálogo com os servidores e as centrais sindicais para discutir o projeto. O Governador Camilo e o presidente da Assembleia Legislativa proibiram a participação dos dirigentes sindicais no plenário da casa. Esse é o governo que se diz dos trabalhadores!

Por fim, reiteramos toda nossa solidariedade as companheiras que foram covardemente agredidas. É triste ver o governo do PT utilizar-se de expediente e prática de um governo autoritário. Intensificar a luta em todas as esferas, no sentido de barrar o desmonte do serviço público e a retirada de direitos é mais que urgente! Temos que fortalecer e unificar a luta para o ano de 2020!

EXECUTIVA ESTADUAL DA INTERSINDICAL/CE


Intersindical em nota questiona ação da PM do Ceará em manifestação de servidores e trabalhadores Intersindical em nota questiona ação da PM do Ceará em manifestação de servidores e trabalhadores Reviewed by leiasempre on 06:05:00 Rating: 5

Nenhum comentário