Juazeiro do Norte: Comércio e serviços puxam alta da empregabilidade e exportações aumentam na indústria

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), comprova cenário positivo da economia do município, que torna-se ainda mais atrativo para investimentos públicos e privados. De acordo com a Nota Técnica 2019, apresentada pela pasta, somente Juazeiro do Norte consumiu R$ 4,9 bilhões no ano passado, 9% a mais do que em 2018, ocupando o terceiro lugar no Ceará em potencial de consumo. No ranking nacional, subiu quatro posições, ficando em 146º dentre os 5.570 municípios do Brasil.
Juazeiro do Norte avançou também no ranking das 100 Melhores Cidades para Fazer Negócios. Ao considerar o recorte capital humano, passou da 89ª posição para a 85ª, graças a fatores como o crescimento de empregos formais com ensino superior. No quesito infraestrutura, considerando saneamento, transporte, telecomunicação e energia elétrica, ascendeu sete colocações, da 93ª para 86ª. O estudo, realizado pela Urban Systems, anualmente, analisou 317 cidades do país com mais de 100 mil habitantes. O resultado apontou Juazeiro do Norte ao lado de Fortaleza, Recife, Salvador e outras capitais do Nordeste. 
Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, ainda chama a atenção a alta do Produto Interno Bruto - PIB. Chegou ao patamar de R$ 4,42 bilhões, conforme o IBGE (2017), representando o quinto maior PIB do Ceará, depois do de Fortaleza, Maracanaú, Caucaia e Sobral. 
"De 2010 a 2017, o PIB de Juazeiro do Norte cresceu 105,8%, superando a média nacional (69,42%), Nordeste (82,34%) e Ceará (86,41%). Hoje, Comércio e Serviço é responsável por 91,20% desse PIB", enfatiza Michel Araújo.
O mesmo Setor alavancou a empregabilidade. Em 2019, foram 13.945 admissões e 12.974 demissões, em Juazeiro do Norte. Ou seja, saldo de 971 vagas, 155% superior a 2018, colocando o município à frente na região do Cariri e atrás apenas de Caucaia e Fortaleza quanto aos postos de trabalho no Ceará. Somente no setor de Comércio e Serviços empregou 10.179 pessoas.
Na Indústria, Juazeiro do Norte exportou mais e importou menos. Em 2019, a exportação somou S$ 690.701, 00, 44,65% a mais do que em 2018. O carro-chefe foi o calçado. Já a importação caiu 24,96%, favorecendo a balança comercial local.
"Além disso, junto ao Prefeito Arnon Bezerra, temos fortalecido o conceito Smart City. Participamos de diversos eventos nacionais e internacionais, firmando parcerias e compartilhando ideias, visando desenvolver Juazeiro do Norte de forma sustentável, inovadora e colaborativa, proporcionando melhor qualidade de vida à população a partir da tecnologia", afirma o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação.
Obs.: FOTO ARQUIVO
Juazeiro do Norte: Comércio e serviços puxam alta da empregabilidade e exportações aumentam na indústria Juazeiro do Norte: Comércio e serviços puxam alta da empregabilidade e exportações aumentam na indústria Reviewed by leiasempre on 05:26:00 Rating: 5

Nenhum comentário