Artigo: Covid-19, o asno e seus obscurantistas, por Sandro Leonel


(imagem: UOL Notícias)

A inércia é a dormência de caráter que pode gerar uma hipnose coletiva. Quanto um asno trajado de déspota promove ações propositadas e intencionais de ignorância, você tem como resultado uma sociedade adoecida e cheia de preconceitos, chucra e bestial. A escalada recente de se negar ciência em nome dos mercadores da fé em prol da imbecilidade coletiva é uma prova cabal do momento que vivemos. Diante da pior crise humanitária já vivida pela sociedade moderna ainda observamos vermes que estavam adormecidos nos esgotos do poder e agora vociferam sua demência em prol de seu favorecimento individual que é o ganho financeiro em nome de DEUS.

Como ideia comparativa basta percebermos a diferença gritante entre as ações e declarações dos líderes do mundo, com as atitudes e as declarações do inapto que hoje é presidente do país. “A pior crise de saúde dos últimos 100 anos. Emmanuel Macron (França)”, “A pior crise de uma geração. Boris Johnson (Inglaterra)”, “Pior que a crise de 2008. Angela Merkel (Alemanha) e “Uma fantasia, histeria...o inapto (Brasil). Se observarmos a situação da Itália podemos imaginar a curva de subida do vírus no Brasil. 

Se olharmos o que os gráficos mostram e quanto podemos sofrer diante dessa tragédia que assola o mundo inteiro. As medidas implementadas pelos governadores são eficazes e necessárias já que o embuste e seu governo não fazem nada. Hoje vamos atingir o número de 1000 infectados até agora são 11 mortes pode esperar esse número crescer de forma vertiginosa, pois os cientistas alertam sobre isso  já faz tempo. Cientistas que são ridicularizados pelos representantes do diabo conhecidos popularmente como mercadores da fé. A questão é tão paradoxal que agora vejo terraplanista pedindo ações da ciência, ué, mas os cientistas não fazem parte de uma conspiração comunista? Estes asininos não sabem nem um conceito básico de capitalismo imagina saber o que é comunismo. Agora os liberais brasileiros vão provar do gosto amargo do neoliberalismo, ou não, pois muitos nem sabem o que defendem. 

Nos Estados Unidos já são 14.000 infectados (fonte do atual governo ontem dia 20/03/2020) esse número é uma perspectiva, pois no país da prosperidade mais de 40% da população não tem dinheiro para fazer o teste. A Itália hoje é o principal foco, só sexta dia 20 morreram 627 pessoas, sabe o que isso significa: um óbito a cada dois minutos e dezessete segundos, essa semana já são 2.223 mortes na Itália. O inapto falou o seguinte: “a Itália é uma cidadezinha, ou seja um país do tamanho de Copacabana” não sabe ele que a postura do governo da Itália e sua população foi parecida com a postura governo do Brasil.  A China aquela economia do oriente “comunista” já controlou a proliferação e agora pode mostrar como conter o corona vírus, as ações do governo chinês foram eficazes, mas não garante o fim dessa pandemia, pois, outros países precisam ser colaborativos fazendo sua parte sem alimentar teorias conspiratórias que não levam a nada.

No Brasil o filho do presidente o Eduardo bananinha acusou a China de ser responsável pelo vírus, repetindo o discurso do idiota do Trump. Os Estados Unidos vive uma guerra comercial com a China e vão se acusar sempre (“Trum: o vírus vem da China para prejudicar a economia”. China: o vírus foi trazido para a China nas operações militares dos EUA”), o Brasil não pode entrar nessa, pois a China é nosso maior parceiro comercial. Os ruralistas ficaram furiosos não é à toa que o grupo Bandeirantes apoiador inconteste do asno ontem atacou a postura do bananinha e ministro das relações exteriores em um editorial. Toda essa postura da familícia mostra o quanto eles são bestiais, ignorantes e submissos ao Tio San. 

A Coréia do Sul vai julgar um pastor de uma igreja evangélica por desobediência as medidas adotadas pelo governo sul-coreano. Reportagem do Jornal Estado de Minas: “Mais de 60% dos quase 8.200 casos de COVID-19 na Coreia do Sul estão vinculados à Igreja de Jesus Shincheonji, uma organização considerada uma seita por muitas pessoas.” Na França o governo do Emmanuel Macron aponta que o aumento da proliferação do COVID-19 e a curva ainda ascendente se dar pela desobediência de certas corjas da fé.  

No nosso país um magistrado no Estado do Rio de Janeiro, de maneira irresponsável permitiu o funcionamento de um grupo comercial religioso promover seus cultos sem nenhuma restrição, outra malta nas suas reuniões de hipnose do apedeutismo promove vendas de álcool ungidos por Deus. Depois quando ocorrer a proliferação do vírus vão apenas pedir desculpas, pois aqui funciona assim, pediu desculpas vale pelo erro. É este obscurantismo que ajuda a nos levar a um abismo sem fim e prolifera e retira do fundo do pior esgoto da história esse tipo de embuste que no Brasil se revelou ser grandioso.

A esperança por dias melhores vai depender muito da empatia entre os seres, a cordialidade das relações, o colaboracionismo e a proliferação do Amor ao próximo. Um mundo melhor depende do fim do egocentrismo dado na sociedade material, a pandemia da casa grande está promovendo ou deve promover um reavaliação de posturas, pois tanto vai matar o povo da casa grande como vai matar os da senzala.

Sandro Leonel é professor
Artigo: Covid-19, o asno e seus obscurantistas, por Sandro Leonel Artigo: Covid-19, o asno e seus obscurantistas, por Sandro Leonel Reviewed by leiasempre on 17:08:00 Rating: 5

Nenhum comentário