Empresário está preocupado com trabalhador passando fome? Pois temos uma ideia para os empresários



(imagem: GGN)

Na era da pandemia do coronavírus acontece milagres.

Pois é, o atual momento vem aparecendo muito empresário brasileiro se preocupando com o trabalhador passando fome. Empresário  falando que tem que voltar a trabalhar pois assim vamos quebrar a economia. A economia acima de tudo.

Esse é um argumento que serve apenas desculpa para todos voltarem ao trabalho, deixando em casa (isolamento) as pessoas que teoricamente estariam na tal área de risco de contrair o Covid-19.

A Itália fez isso em fevereiro e vejam o resultado. 

“Apenas” idosos, pessoas acima de 60 anos.

Pois é, falam isso como se essas pessoas fossem descartáveis.

Mas se o empresário brasileiro está mesmo preocupado com o trabalhador passando fome, e vai passar fome mesmo  pois o Governo Bolsonaro não vai mover uma palha em defesa dos milhões de brasileiros trabalhadores e pobres, então, vai uma sugestão.

Em primeiro lugar (caros empresários) paguem o salário de seus funcionários, na íntegra, independente do tempo. E negociem com o governo uma forma de levantar sua empresa quando o coronavírus for derrotado, pois o governo Bolsonaro tem dinheiro para apoiar as empresas.

Aliás, é bom lembrar que se não fossem os empresários milionários, banqueiros, donos de grandes veículos de comunicação e os empresários da fé(como Malafaia) Bolsonaro sequer teria sido eleito. Então, deve favores aos empresários e por isso, nada melhor que alocar recursos federais para levantar a encomia e empresas após a pandemia.

Em, segundo lugar e muito importante. É só os deputados e o governo aderirem ao projeto Renda Básica. Esse projeto prevê pagamento de R$ 300,00 a 77 milhões de brasileiros que estão cadastrados no CadÚnico por 6 meses.

A ideia é simples, o Renda Básica sugere:

77 milhões de brasileiros beneficiados.
R$ 300,00 é o valor do benefício por pessoa beneficiada.
Serão beneficiados todos os trabalhadores cadastrados no CadÚnico e seus dependentes também cadastrados.
Valor máximo do benefício para quem não tem bolsa Família: R$ 1.500,00 por família de 2 trabalhadores e 3 dependentes.
Valor máximo de benefício para quem tem Bolsa Família: R$ 1.500,00 por família de 2 trabalhadores e 3 dependentes.
Tem pode duração da renda de emergência: 6 meses.
Não é preciso que pessoas saiam de casa para fazer cadastro pois todos os cadastros já estão no CadÚnico.
Todas as exigências do Bolsa Família serão suspensas por 6 meses pois estamos numa situação de emergência e pandemia.
Esse renda pode ainda ser estendida a outros 13 milhões de desempregados brasileiros caso não tenham completado o CadÚnico mas tenham o NIS.

Se os empresários, políticos e governos federal e estaduais entrarem nessa ideia com certeza salvaremos milhões de vidas brasileiras, salvaremos a economia e sairemos bem melhores dessa pandemia que vai ainda matar milhares de seres humanos.

Por Tarso Araújo, editor do site Leia Sempre
Fale conosco no: tarsoaraujo511@gmail.com

Empresário está preocupado com trabalhador passando fome? Pois temos uma ideia para os empresários Empresário está preocupado com trabalhador passando fome? Pois temos uma ideia para os empresários Reviewed by leiasempre on 06:35:00 Rating: 5

Nenhum comentário